.

Qua - Patricia Amorim revela que Adriano terá ajuda de uma psicóloga

10/03/2010 17:28

“Uma doença não é privilégio. Ele tem um problema e, hoje, se sente à vontade para encarar isso. Estou falando em relação ao que conversei com o doutor Runco. Adriano começou no Flamengo, é um símbolo do clube. Vamos tentar resgatar um grande jogador e é importante mandá-lo à Copa. Vamos disponibilizar o que for preciso”, avisou Patricia.

Ao fim, a presidenta falou novamente sobre o apoio irrestrito ao jogador, mas alfinetou seus ‘parceiros’, que o acompanharam a um baile funk na última sexta-feira, dando inicio ao episodio conflitante com a noiva do Imperador. Neste episodio, estavam presentes atletas importante do grupo, como o goleiro e capitão Bruno e Vagner Love, por exemplo.

“Nosso esforço é para que ele vá (para a Copa). O Flamengo não vai medir esforços. A nossa parte, a gente está fazendo. É queridíssimo pelo grupo. O grupo joga para ele. Só acho que os seus companheiros, que tanto gostam dele, que dedicam os gols a ele, não estão ajudando muito”, encerrou.

Fonte>UOL

Voltar

Pesquisar no site

mengaonet© 2010 Todos os direitos reservados.

www.mengaonet.com.br